Arquivo Mensal: julho 2007

Teoria do Enxame

 Filosofia do Bando

“Na natureza, os animais deslocam-se em grupos numerosos. Enquanto membros de um grupo grande, como um bando, um cardume ou uma manada, cada indivíduo aumenta suas chances de detectar predadores, encontrar comida, achar um parceiro ou seguir uma rota de migração. Para esses animais, coordenar seus movimentos uns com os outros pode ser uma questão de vida e morte.

 Teoria do enxame

O que se “passa na vida de quem pega uma chave de fenda pra transformar o mundo”

fenda.jpg

http://www.elenara.com.br/versao2.0/

Salve Gurizadinha!

Sobre o: “Afinal, O que se “passa na vida de quem pega uma chave de fenda pra transformar o mundo”, eu não sei…hehehe Mas, sobre “ser fiel AO que se passa na vida blábláblá”.

Imagine estarmos confortavelmente discutindo nossas idéias e aprimorando nosso saber; uma relação dialética que se estabelece entre querer e poder, e reconstrói a partir dessa relação estrutras elementares de um querer, que sabemos querer juntos, como fundamento de identidade de seres de cooperação… a plura lização e horizontalização da responsabilidade, a filosofia punk do “faça você mesmo”. por exemplo, nós, desde os tempos modernos, nazismo e outras coisas, substituímos a responsabilidade moral pela responsabilidade técnica. “Ah, o sujeito é competente, sabe o que faz, faz direitinho”. Só que é um competente engenheiro que bota na estação o trem na hora certa, sem se perguntar o que o trem vai carregar, e daqui a pouco milhares de judeus são postos lá dentro do trem; e o trem, na hora certa, entrega milhares de judeus em auschwitz, e ele não tem nada haver com isso, só é um engenheiro competente, e ele nunca vai se cobrar pelas mortes com que ele coopera. percebes? pesquisar profundamente toda a complexidade da realidade social, conhecer com clareza toda a vida social. não quer estar acima ou abaixo, na frente ou atrás de quem quer que seja. Quer estar ao nível, como um camaleão, do entendimento de cada um, seja poeta, engenheiro, skatista, padeiro, programador, reggaeiro…não tem pretensão em educar ninguém, antes tem como objetivo aprender, resgatar o saber popular que as universidades, por não serem outra coisa senão o túmulo do conhecimento, não estão nem um pouco interessadas. E ntender da autonomia… da vontade de agir, de viver e de mudar em nome próprio; que questiona todas as relações sociais que estão na ordem do dia e, aonde pode, no menor espaço que seja, constitui desde já novas relações sociais com a arte, com a sexualidade, com o corpo, com as pessoas… não se trata de um novo grupo, é antes a conjunção explosiva de todas as pessoas, grupos, tendencias. a prática é antes de mais nada, a construção artística, poética, musical, de um novo modo de vida, de uma nova vida…através do diálogo, do respeito e aceitação da diversidade em todos os niveis… cabeças de todos os tipos, como são as humanas…

um entendimento minimo da dinamica que nos envolve é que se estabelece uma comunidade baseada no princípio de igual respeito e igual consideração. por não ter um teórico nem ninguém a seguir, por não ter ídolos, por não procurar sistemas teóricos fechados, absolutos, que respondam a “todas” as questões(isto seria pura ilusão e também burocratização da função enqto tals), por assumir tanto as tarefas práticas como teóricas ‘em primeira pessoa’, ‘é não deixar para os outros o que nós mesmo podemos fazer’, é não delegar a luta para heróis. tornar-se agente da história…(o problema é inventar uma série de teorias que possibilitem rupturas e práticas diversas, inclusive a teórico, hehehe). É justamente nesta sedutora pesquisa do real, do que acontece efetivamente na vida das pessoas, quais são os seus desejos, as suas frustações, os seus sofrimentos… é exatamente aí que o processo da metareciclagem ganha sua consistência, optando pelos caminhos da transversalidade. Conceito e prática política fundamental nesses tempos bicudos: ser dono do próprio destino.

Utópica, eu?

hehehehe

Sou a Elenara Vitoria Cariboni Iabel, me chamo Lele, Lelex, tenho 4.3 anos, sou gaúcha de Porto Alegre, bacharel em ciencias juridicas e sociais, mas não sou advogada; produtora cultural; feminista; mãe de tres lindas pessoas: Cauã/18, Ariel/ 08 e Inaê/12; fundadora da Themis – gênero e direito – , onde iniciamos em 1993 o projeto de formação de promotoras legais populares. qdo fomos para as regiões de setores populares da cidade compartilhar com as mulheres nosso conhecimento básico legal, promovendo exercicio da cidadania, para o qual foi necessario abrir codigos e revelar fontes de um saber que deveria ser comum atodos, a qualquer um. Acredito que é nesse momento que eu começo a ter uma relação, mesmo que desconhecida, com metareciclagem. Soube da exist~encia de metareciclagem em 2001…2002, qdo coordenei o Memorial do Forum Social Mundial no Governo do Olivio Dutra no RS.

Value Regis!

mas que fique beeem claro que é o que eu penso, como eu vivo e vejo metareciclagem… alguém poderá dizer, nada disso: metareciclagem é montar e desmontar computador reaproveitando peças e escambau… tudo bem! é a opnião de algume que faz essa metareciclagem… mas a metareciclagem que eu faço, que eu acompanho, que me encanta é  essa que não só reaproveita peças pra montar micro, mas que reaproveita tudo que tem em volta, as voltas, e que transforma a sua vida e, se rola, de tantas outras pessoas também.

agora, seria bem bacana que se fizesse uma reportagem, materia, artigo, que privilegiasse a lista em seu todo, que mostrasse que aqui há gente no mundo. Aquela historia do fernando pessoa: “todos meus amigos são principes na vida; onde é que há gente no mundo?” Se ele estivesse por aí, eu abriria os braços e lhe diria: Vem fernando pessoa. Aqui nesta lista, há gente, gente de coração, gente de competencia, gente de amor, gente de verdade, gente de vida, gente, gente! … acho que já tinha dito isso né? hehehe

besos

lele

mas eu sou utopicaa… cassandraaa…. hehehe… maldição da fala, descredito da palavra, hehehe

Rafael e Paulim_Fala garotos!!!!

rapablogblog4.jpg

Hei galera, nossa oficina hoje foi bem interessante.

Testamos placas, memórias, discutimos bastantes

nossas dúvidas e concluimos q estamos quase montando

a 1º maquininha da nossa oficina..

tivemos algumas duvidas, + nada q o jurgen ñ nos

ajudasse. Hoje a oficina foi diferente rolou uma onda

bem maneira sabe, eu e o paulin já estamos quase

dominando os Hardwares, passando disso pulamos para

o Linux e depois para os Softwares…

Bom gente é o q tenho pra falar da nossa oficina hj,

quinta q vem temos mais assuntos ok

Abraços a todos….

Ei moçada, sou o Paulo

Hoje foi mais um dia de oficina Meta…caramba e minha quarta oficina, e estou mudando meu ponto de vista sobre muitas coisas depois que começei a participar das ofinas. Foi muito interessante o ambiente da oficina de hoje…rolou um debate legal sobre vários pontos da sociedade e do ser humano nessa globalização …fora que testamos mais uma placa mãe, e tivemos alguns toques do Linux onde o Régis demonstrou destreza…espero que as oficinas continuem nessa vibe bacana…estamos na area…

Bailux

ei paulo bailux,

essa energia que vcs mandam daí do arraial faz a gente sacudir o esqueleto. hehehehe. Inspirada em vcs estou entrando numa função de uma lan-house(é assim?) em frente ao presidio central de porto alegre… a idéia é agregar “conteudo” ao conceito, ou seja, o prédio era uma pizzaria e mini mercado (dois ambientes) então que o mercadinho vira lan-house e a pizzaria um “esporo” (é isso?) metareciclagem… minha sobrinha é vizinha do PC e preocupada com a debandada da gurizada, em especial o pessoal do Traços, os grafiteiros, dos telecentros para as lans… é muita censura do povo institucional nos telecentros, a moçada quer liberdade prá navegar, jogar, descobrir, aprender… agradeço, em especial a vcs do bailux, as cargas de enrgia positiva prá fazer acontecer metareciclagem para todo e qualquer um.

besos

lele

ah! auto-promoções s.a.http://www.elenara.com.br/versao2.0/

Obrigado Lelex pelo seu carinho:
Paulim esta na sintonia….estes dois garotos fazem a diferenca aqui
no bailux…muita garra e vontade construir um futuro onde o
conhecimento e o compartilhar sejam replicados.
obrigado a rede metarecicleira.
[ ]s bailux

19_07_007-é nois no bailux

rapa10.jpg

Bom galera, sou o Rafa da oficina Bailux.

Ontem nossa oficina foi super interesante

eu, regis, jurgen e o Paulin fizemos vários testes

com processadores, memórias, fontes e placas.

Conseguimos perceber q temos algumas peças

para botar em uso e mandar a ver..

Estamos aprendendo bastante sobre os Hardwares

com o jurgen. Kra super gente boa.

E passei para avisar q nossa oficina tai

para o q der e vinher.

Estou ancioso para proxima quinta-feira

onde vamos fuçar algumas placas mãe

e começar a avançar nosso aprendizado.

Estou mto grato pelo Regis ter dado inicio a

essa oficina q está nos ajudando bastante.

Valeu galera é isso q tenho para dizer

Abraço a todos……

hey rafa,
tbem estou com este sentimento de que nosso grupo vai poder fazer
muita coisa bacana aqui no arraial, com vc e paulim ta feito a base
para o aproveitamento de todo conhecimento em hardware e linux que o
Jurgen esta compartilhando e dai para frente vamos replicar aumentando
os metareciclairos na area.o projeto de nosso hacklab esta
crescendo….vamo q vamo neste mapeamento bailux.a sua chegada na
lista me trouxe muita alegria….metareciclagem e a rede…
obrigado vc,paulim e jurgen.
abs,
Regis

Bem galera, eu sou o Paulo, participo junto com o Régis, Jurgen e o Rafa…do projeto metarecicleiro Bailux. Ontem rolou oficina, que por sinal…foi muito proveitosa…testamos vários processadores, memórias e placas…conseguimos diagnosticar cinco processadores que ainda funcionam…eles estavam como queimados mas depois de muita troca de peças achamos os problemas com toda a paciência do Jurgen. aprendemos que a persistencia prevalece a vitória…a cada dia as oficinas ficam mais interessantes, e apenas um dia na semana já está pouco…rsrsrsrsrsr.

fuizzzzzzzzzzzz…

Opa Paulo,
temos muito que compartilhar nestes nossos encontros…..vamos aprendendo um com o outro e descobrindo novas maneiras de usar a rede fisica e virtula da metareciclagem..vamos mapeando pessoas e conhecimentos para ampliarmos nosa comunidade metabailux.
abs,
Regis

Contato para pesquisa

rapa05.jpg

Régis, boa noite.

meu nome é Luiz Carlos Pinto. Sou sociólogo e tô no meio de uma pesquisa na Universidade Fedeal de Pernambuco sobre mídia tática, ativismo digial, apropriação tecnológica, enfim, a relação entre tecnologias, cooperação, colaboração, política e cultura é o tema geral de meus esforços. Tenho acompanhado com entusiasmo o trabalho de vocês aí no Arraial da Ajuda pela lista Metareciclagem e pelo sites de vocês. A ação de vocês se enquadra justamente nas minhas inquietações pessoais e teóricas. Tô lhe mandando este email para fazer um primeiro contato pois gostaria de incluir seu trabalho entre as experiências a serem analisadas na minha pesquisa.

Esse é um primeiro contato, gostaria depois que pudéssemos conversar (pode ser por email, Skype, telefone convencional, MSN, etc). Vou fazer entrevistas com vários grupos, coletivos e pessoas envolvidas com mídia tática. Gostaria de saber se posso conhecer as experiências que você está desenvolvendo aí… Por falar nisso, há quanto tempo você vem fazendo metareciclagem aí no Arraial? Vocês têm feito

oficinas, não é isso?

Gostaria de saber também se você tem informações de outras iniciativas de metareciclagem em andamento aqui no Nordeste, que tenham certa regularidade. Soube de um grupo no Rio Grande do Norte, mas não consegui contato ainda.

É isso por enquanto.
Bom trabalho e vamos nos falando.

Opa!! Luiz,
Bacana saber do seu interesse na metareciclagem,estou a tres anos no que chamo zona autonoma bailux e tbem um esporo do movimento em rede da metareciclagem,nossa trabalho propõe ser uma rede virótica atuamos por contaminação,o bailux é um pequeno hacklab-Gambiarra onde vamos formando células que multiplicam os conceitos de autonomia e descentralização da reapropiação da tecnologia para tranformação social,por aqui temos encontros semanais com o nosso facilitador Jurgen que é formado em engenharia da computação nos estados unidos….trabalhamos com hardwares por doações que são usados nos laboratórios de montagem-desmontagem e intalação do linux.
fica um grande abraço e nos falamos.
Regis

Fala Paulo

pablog03.jpg

Paulo para lista da metareciclagem::Boa noite galera, gostaria de me apresentar, Sou o Paulo do Arraial D’ajuda-BA. Á alguns semanas o Régis Bailux, me convidou para visitar o laboratorio metarecicleiro que funciona em sua casa, ele me apresentou ao Jurgen, um dos grandes colaboradores do projeto. logo após este encontro rolou uma oficina muito legal onde o hardware foi ministradro pelo Jurgen, muito legal á aula, estou contando os dias para entrar em contato com o Linux, onde o Régis irá compartilhar de seu conhecimento com eu e o Rafa…estou super alegre de poder participar da lista meta… e tá sendo muito importante pra mim o espaço Bailux.     Espero poder absolver o máximo da lista e do nosso projeto que esta fervendo aqui no Arraial…Abraço