Os nômades sempre voltam ao seu destino de origem.

Uma linha do tempo da caravana Bailux.

2004- Uma bancada , um puxadinho , um computador reciclado, o sistema operacional Linux , uma lista riseup de discussão na metareciclagem.http://estudiolivre.org/repo/4877/4877_132-podcast-bailux-01.ogg

2007- Metareciclagem de um Barracão cedido pela Sociedade Amigos do Arraial no Tombo 18 Parque Central. Filosofia de aprendizagem e compartilhamento de informação dos Hackers o “Caos ” organizado e a  horizontalidade do saber.Pedagogia Paulo Freire e apropriações tecnológicas.

2010 – Uma Associação de atendimento a criança e o adolescente e a apropriação de um espaço autônomo conectado em rede no uso da tecnologia para transformação social.

https://bailux.wordpress.com/2011/10/04/aprendizado-em-redes-locias-e-virtuais/

2012 – Uma Aldeia Pataxo, uma reserva Mata Atlântica , Uma língua , uma coletividade, o quintal da pajé,  a escola , o Centro de Cultura e Software Livre de código aberto aplicado a criação de um jardim pedagógico de Ervas Medicinais e a digitalização da memória dos mais velhos da Aldeia.

2014 – ITAPeECO : Uma terra, um hacker do Vale do Silício e as Tecnologias da Terra: Permacultura, Agrofloresta , Arduino , Wiki linguagem de programação aberta para produção e compartilhamento de conteúdos, na Internet, Hardware aberto, Drones, Streamming de Radio na Web e Arduino aplicado ao Hibridismo Natureza e Tecnologia.

https://m.soundcloud.com/bailux/radio-itapeco_scandibahia_bailux

2019 – Verdejar d’Ajuda : Uma Associação Socioambiental,  um Território em uma Área Pública  o Parque Central do Arraial d’Ajuda  reconhecido como Patrimônio Cultural Nacional. Bailux uma Rede de ativistas Transnacional e Transcontinental em Arte-Tecnologia-Ciência e Natureza em apoio a retomada do Tombo-18 com a missão do Verdejar d’Ajuda de criação de uma Espaço Multidisciplinar de recuperação e proteção do Bioma da Mata Atlântica e soluções inovadoras em Educação Ambiental que capacitem as comunidades locais a participarem de decisões públicas sobre questões ambientais e de sustentabilidade Socio -Econômica.