rastros

Bailux_estação acolhedora de afetos

estaçãobailux

DSCF9610

Já algum tempo que me ocupo com a ideia de um espaço que possa ser abrigo para o recoletores de Saberes que emegindo das redes virtuais se aventuram em encontros presenciais e simbióticos  nos territórios,tenho como inspiração as estações auto suficientes que são base para as pesquisas na Antártida,Nos ultimos meses uma pequena construção feita com adobe no centro do arraial tem se manifestadoum um lugar com vocação afetiva para um projeto neste sentido de abrigo para transmutações de conhecimentos nas redes locais da costa do cobrimento.

II encontro da lingua mãe pataxó(patôxhã)

 

axhoha

 Foi realizado na Escola Indígena Pataxó Aldeia Velha o II ENCONTRO DOS PROFESSORES DA LÍNGUA MATERNA DAS ESCOLAS INDÍGENAS DE PORTO SEGURO: Contextualizando o Processo Histórico da Língua Materna e Integração Cultural, realizado pela Secretaria Municipal de Educação de Porto Seguro através da Diretoria de Educação Escolar Indígena, com o apoio da Varanda Cultural, IFBA – LINTER – Licenciatura Intercultural, Escola Indígena Pataxó Aldeia Velha e Grupo Atxõhã.

O Bailux e a Varanda cultural  estiveram presente facilitando a vinda do Ativista e Artista  Mikko Lipiainen que registrou um olhar em aúdio e vídeo sobre o encontro.

Aguardamos mais informações sobre o evento no Blog da Aldeia velha pataxó http://aldeiavelha.wordpress.com/

 

 

Rede de Afetos Bailux

varanda

“Foto de Angelo Pataxó:Pinturas nas varandas de Aldeia Velha Pataxó”

“TECNOLOGIA SÃO PESSOAS”.

Tudo começou com o conceito do software livre http://pt.wikipedia.org/wiki/Software_livre e uma reportagem do Antropólogo Hermano Viana ,A Disseminação Silenciosa do Software Livre

http://www.dicas-l.com.br/arquivo/a_disseminacao_silenciosa_do_software_livre.php#.U8AUgPFhLKM e a participação ativa na comunidade virtual da metareciclagem
http://rede.metareciclagem.org/ com a criação do Espóro Metareciclagem Bailux no Arraial d’Ajuda, http://bailux.wordpress.com/ estava dada as condições para as ações Bailux na tecnologia e transformação social.

No inicio foi o aproveitamento de espaços mínimos(puxadinhos)criação de laboratórios com aproveitamento de computadores da baixo rendimento,recombinações de peças,faça voçẽ mesmo,instalação do Linux ,conexão a internet o aprendizado em rede com a potencia das inteligencias coletivas. Neste primeiros três anos o Bailux teve como facilitador o Hacker do vale do silício Jurgen Boltz na formação de replicadores.Em 2009 houve um movimento espontâneo da rede Metareciclagem para escolher o Bailux como a sede do encontro presencial Encontrão Transdimensional http://rede.metareciclagem.org/wiki/Encontr%C3%A3o-Transdimensional-Edital-de-interc%C3%A2mbio-inscri%C3%A7%C3%B5es-individuais.

Este encontro fortaleceu as atividades com a rede local e o surgimento de um primeiro espaço replicador http://casafilhosdoceu.wordpress.com/2010/09/.Ampliando as Redes de afetos,o Bailux foi escolhido pela submidiologia http://bazar21.wordpress.com/2010/03/16/submidialogia-arraial-d-ajuda-de-29-de-abril-a-05-de-maio/ deste encontro foram feitos os primeiros contatos com os pataxó de Aldeia Velha https://bailux.jux.com/1400004 Conectando escola da aldeia,ponto de cultura e o quintal da pajé, atividades estas que mais recentemente levou o Bailux até as varandas da aldeia na casa de Angelo e Arnã http://bailux.wordpress.com/2013/01/07/varanda-cultural-pataxo/ No inicio de 2014 o Bailux reaproxima do facilitador em tecnologias alternativas Jurgen Boltz,agora na prática da permacultura no Instituto Itapeco e colaborador no quintal da pajé.Destas relações surge o encontro de tecnoxamanismo uma rede de varias outras redes que realizam uma convergência no festival realizado no sitio itapeco http://tecnoxamanismo.metareciclagem.org/index.php?title=P%C3%A1gina_principal tendo como articulador entre os diferentes pontos o Bailux https://www.youtube.com/watch?v=l7BtVQfscOQ

Com esta experiencia o Bailux e Jurgen Boltz iniciam praticas para implantação de espaços abertos de vivencias e compartilhamento de conhecimento,formando replicadores com as comunidades vizinhas na apropriação da tecnologia digital,tecnologias alternativas,ecologia e permacultura http://bailux.wordpress.com/.